Congresso vende deputado no varejo



Perceba que interessante, quase a totalidade dos deputados que salvaram Temer tem processos na justiça.

Estão com sérios problemas e de diversas ordens: respondem processos por trabalho escravo, desvio de dinheiro, currupção, dívidas com fisco, trabalhistas, com bancos públicos, são grilheiros, devastadores do meio ambiente, como os donos de mineradoras, madereiras e caçadores de índios e, também, de negros, nas favelas dos centros urbanos.

Fico constrangido por todos aqueles que tomaram o chá da infantilidade e bateram panela e vestiram a camisa do Brasil do lado destes caras para afastar o governo anterior.

Estes deputados estão tirando o seu emprego, a sua aposentadoria, seus direitos, violando a sua vida para se manterem no poder.

Fazemos parte de um momento constrangedor da história.

Eu sei... Eu sei… muitos tomados por tão grande apatia e o alto grau de embriaguez lisérgica que está mergulhado, ainda, vão questionar se preferíamos o governo anterior. E vão querer falar do PT, do Lula e da Dilma…

Eu sei que a lavagem cerebral foi fantástica e que durante dois anos a televisão, o whatsapp, o facebook, os jornais, as empresas de publicidade, o MBL, a FIESP transformaram o governo anteiror no culpado de todos os males do Brasil.

Só que chegou a hora de você tomar um cafezinho na esquina e acordar para o que a bancada dos homens de Deus tem negociado para salvar o Temerário, para o que a bancada dos donos dos bancos, dos produtores de comida transgênica, dos que querem o fim das universidades públicas, dos que querem privatizar tudo que é público, terceriar o trabalho, acabar com a previdência e alugar o Brasil votou para manter o Temer. Deve deputado que tatuou o nome de Temer no corpo para mostrar como é fiel ao coisa ruim.

Eu sei… Eu sei… você está cansado da defesa dos direitos dos pretos e pobres, favelados, dos viados, bichas, sapatões, pobres, morador de rua, sem-terra; você tem raiva do atraso deste papo de direitos humanos, cotas, folclore, cultura popular, você deseja que todos tenham uma arma para matar tudo que não presta no Brasil. Você quer acabar com os privilêgios daquelas mulheres safadas e preguiçosas que tem um monte de filho para viver de bolsa família, você quer todo mundo trabalhando até os oitenta, noventa anos, você se orgulha do Moro.

O Moro que liberou Claudia Cruz e a Filha do deputado Eduardo Cunha. O ex-deputado Eduardo Cunha tinha gritado quando foi preso que se sua filha e mulher fossem presas ele falaria tudo. Tudo mesmo. E Moro soltou as duas. Moro tem soltado, liberado e arquivados peças chaves ligadas a Temer, Cunha, Aécio, Cabral, Gedel, Moreira Franco, Juca, Renan, Jeressati, Geraldo Alckmin, e muitos outros. Ele inocentou Adriana Anselmo, mulher de Cabral, por falta de provas, mesmo todo o Rio de Janeiro sabendo das ligações do escretório de advogacia da mulher de Cabral as empresas envolvidas em todo o processo de corrupção do seu governo.

Você se orgulha que Moro dá suas sentenças toda vez que o governo tem grandes problemas com a imprensa.

Você que se orgulha de ser contra sindicado, grevistas, bandeiras vermelhas, baderneiro, Paulo Freire e de misturar alho com bugalhos, lé com cré, porte de arma com direitos, economia estável com corrupção nefável, que admira os homens brancos, de “bens”, religiosos e moralistas, você está há um passo de entrar para a história.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TSE condena o Brasil

Você que pode ir as ruas, lutar por Diretas Já!

Sobre às dúvidas de sermos nós